March 2020

❯ Dieta Sem Glúten | Perca Muito Peso Substituindo o Glúten! 🍞

A dieta sem glúten é principalmente necessária para aqueles que são intolerantes ao glúten e eles não conseguem digerir essa proteína com diarréia, dor e inchaço ao comer essa proteína, como é o caso de pessoas com doença celíaca ou sensibilidade ao glúten.

A dieta sem glúten às vezes é usada para perda de peso, porque todos os ingredientes feitos com farinha de trigo, cevada ou centeio como bolos, biscoitos, biscoitos ou pão, são removidos da dieta . por exemplo, porque eles têm glúten e, portanto, diminui a ingestão calórica, facilitando a perda de peso em uma dieta para perder peso.

Mas, no caso de um paciente celíaco, a remoção do glúten envolve a leitura detalhada de todos os rótulos dos alimentos e até dos componentes de medicamentos ou batons. Porque mesmo a menor ingestão de pequenas quantidades de glúten nesses produtos pode desencadear um processo inflamatório grave. Nesses casos, a farinha de sorgo, que é naturalmente sem glúten e altamente nutritiva pode ser uma alternativa.


Como fazer a dieta sem glúten?

Na dieta sem glúten, é necessário substituir os alimentos que contêm glúten por produtos sem essa substância.

O nutriente está muito presente no trigo, por isso é necessário substituí-lo por outras opções, que incluem:

Arroz e seus derivados (Farinha arroz);

Milho e seus derivados (Farinha de milho, fubá e amido de milho));

Batata (amido de batata);

Mandioca (farinha de mandioca, pó azedo, pó doce).

No entanto, é importante esclarecer que o glúten por si só não é responsável pelo ganho de peso, mas pelo consumo excessivo de alimentos que o contêm como pão , biscoitos, pizzas e bolos. Portanto, as pessoas que perdem peso eliminando o glúten de sua dieta podem estar perdendo peso, não excluindo essa proteína, mas porque o consumo de calorias é menor.

Lista de alimentos sem glúten!

Os alimentos sem glúten que podem ser consumidos na dieta sem glúten são:

Legumes e verduras;

Carne e peixe;

Farinha de arroz, mandioca, amêndoas, milho, feijão, ervilha, soja, inhame;

Arroz, milho, amaranto, araruta, trigo sarraceno, quinoa;

Amido de milho (amido de milho popular);

Tapioca;

Amido de batata;

Polenta;

Sal, açúcar, chocolate em pó, cacau; 

Gelatina;

Óleos, azeite, manteigas e margarinas.


Lista de alimentos sem glúten!

Veja alimentos que contêm glúten e devem ser evitados na dieta sem glúten:

Cereais e farinhas: Trigo, aveia (flocos ou farinha), centeio, cevada, malte e todos os seus derivados, incluindo pães, torradas , bolos, doces (massas, pizza, lasanha) e biscoitos

Bebidas: Cerveja, uísque, vodka e gin, além de bebidas de malte (como ovomaltina)

Leite e derivados: Chocolate com malte, queijo processado ou cereais

Proteínas animais: Carnes empanadas, patê conservas e salsichas, como salame, salame e algumas salsichas

Grãos: Proteínas vegetais hidrolisadas e extratos de proteínas vegetais

Temperos: Maionese, Molho de tomate, mostarda e especiarias industrializadas podem conter glúten

Doces e alimentos processados: Verifique sempre as embalagens quanto à farinha sem glúten

Menu de dieta sem glúten

Café da manhã: 

1 fatia de pão sem glúten com 1 fatia de queijo branco e 200 ml de suco de uva inteiro.

Lanche da manhã:

1 iogurte sem açúcar com 1 colher de sopa de chia.

Almoço:

Arroz com filé de frango grelhado e salada de alface, 1 colher de sopa) de mandioca refogada e polvilhada com cebola verde.

Lanche:

1 jarra de salada de frutas.

Jantar:

1 prato (sobremesa) de salada de acelga e 1 prato de salada de frango e suco de limão. 

Benefícios de uma dieta sem glúten

As principais fontes de glúten quando consumidas em excesso podem desencadear um tipo de hipersensibilidade no corpo. A partir daí, as células e o intestino ficam inflamados, causando vários problemas, incluindo ganho de peso.

Portanto, cortar o glúten e descansar o corpo favorece a eliminação do excesso de líquidos, melhora o funcionamento do intestino e, consequentemente, reduz o acúmulo de toxinas.

Ficar sem glúten também tem a vantagem de que a maioria dos alimentos que transportam essa substância é calórica e, sem eles, perde peso mais facilmente. Durante a dieta, frutas, vegetais e raízes como inhame, inhame, batata doce, mandioca e seus derivados (tapioca, pão de ló de amido, pão de queijo) serão suas fontes de carboidratos, afinal São alimentos que garantem energia sem os inconvenientes. glúten.


Leia também ↓↓:

Composto que “estômago seco” e inchaço eliminado se transforma em febre em São Paulo!

] Eliminar a celulite DEFINITIVAMENTE em 7 dias usando That… ???

A mulher perde 22,7 kg e conta sua história em Bem-estar …


The Post Diet Dieta sem glúten | Perca muito peso substituindo o glúten! Appeared apareceu pela primeira vez.

Dieta da Banana | Emagrecer Rapidamente com Apenas 1 Fruta! 🍌

A dieta da banana baseia-se em comer 4 bananas no café da manhã, acompanhadas por 2 copos de água morna ou um chá de sua escolha sem açúcar.

A dieta da banana foi criada pela farmacêutica japonesa Sumiko Watanabe para seu marido Hitoshi Watanabe, que tornou essa dieta muito popular no Japão e posteriormente em outros países.

A dieta da banana promove a perda de peso, porque, além de as enzimas de transporte de bananas passam fome rapidamente capazes de acelerar a digestão, auxiliando na rápida perda de peso.

Também vale lembrar que as bananas são ricas em fibras solúveis que se ligam às moléculas de água e formam um tipo de gel denso, que leva tempo para sair do estômago, criando uma grande sensação de saciedade.

Esta dieta pode ser seguida desde que você queira, pois não restringe muito os alimentos e os resultados são vistos logo após a segunda semana.


Como comer a dieta da banana?

Café da manhã:

Coma até quatro bananas no café da manhã, seguidas por uma xícara (chá) de água à temperatura ambiente ou 2 copos de água morna sem açúcar.

Não há restrição quanto ao tipo de banana, portanto pode ser a banana anã, a maçã, a prata, todas liberadas, mas quem tem intestino deve evitar a banana-maçã, dando preferência à banana anã ou à banana. banana de prata. Cada unidade possui 90 a 100 calorias, em média, dependendo do tipo.

Outro ponto importante é que, apesar de a banana ser uma fonte de açúcar, os açúcares presentes em uma única banana não são suficientes para manter o café da manhã inteiro, por isso é necessário comer até quatro unidades. Dessa forma, você garantirá energia suficiente para enfrentar o dia.

Dica: Se você ficar doente, substitua uma banana por uma maçã.

Almoço e jantar:

Todos os tipos de alimentos são liberados do menu de dieta, desde que em porções moderadas.

Você não deve consumir doces e frituras (substitua-os por versões assadas), dando preferência a grãos integrais, peixes, verduras e legumes. Se você está acostumado a beber líquidos durante as refeições, invista em água; em outros períodos, o consumo de chás leves e refrigerantes é gratuito.

Dica: Mastigue bem, saboreando a comida. Leva tempo para o nosso corpo perceber que estamos comendo, por isso é importante comer devagar e mastigar bem a comida, para dar tempo ao corpo para entender que está comendo.

Nota: É importante enfatizar que nesse tipo de dieta a água potável é essencial, preferencialmente mineral ou filtrada, à temperatura ambiente.

Beba em pequenos goles, aproveite e leve uma pequena garrafa com você para beber pelo menos 2 litros por dia, onde quer que esteja. A água ajudará a transportar fluido sanguíneo, a circulação, a manter a temperatura corporal e a freqüência cardíaca e pressão sanguínea reguladas.

Lanches:

Dois lanches são lançados diariamente: um antes do almoço e outro depois.

No entanto, sempre respeite o intervalo de três horas entre cada refeição. Quando surgir a necessidade, você pode comer frutas frescas ou tomar um iogurte.

Dica: Seja feliz com um pedaço de chocolate ou biscoito, o recheio também vale a pena, mas não exagere!

A mulher perde 22,7 kg e conta sua história em Bem-estar …


Depois do jantar:

Ele caiu na cama apenas quatro horas depois de ter comido sua última refeição!

Quando dormimos, o corpo descansa e nosso metabolismo é lento, o que acaba retardando a digestão ou, ou seja, quanto mais você permanecer ativo, mais calorias serão eliminadas!

Dica: Durante o jantar, evite alimentos muito pesados ​​e difíceis de digerir. 

Alimentos proibidos:

Além de alimentos fritos e doces altamente calóricos, também evite bebidas alcoólicas e laticínios.

Dica: Se você deseja chocolate, escolha as versões amarga ou leve. Embora derivados de leite, iogurte e queijo são liberados.

Treinamento:

Exercite-se apenas se quiser!

Se você quiser fazer alguma atividade, caminhe moderadamente por no máximo 30 minutos.

Isso é suficiente para melhorar sua dieta.

Quais são os benefícios da dieta da banana?

Como a base da dieta é a banana, já é evidente que um dos principais fatores é sua simplicidade e seu excelente valor nutricional. Essa dieta não restringe nenhum tipo de nutriente e prioriza a eliminação de alimentos gordurosos, álcool e doces, o que seria proibido em quase todos os planos de dieta para perder peso.

A banana ainda possui:

Fibras: A banana é rica em fibras, por isso é muito boa para comer. As frutas no início da manhã evitam a necessidade de comer e comer várias vezes ao longo do dia.

Frutose: O açúcar da fruta regula a movimentação de doces. Tente substituí-los por uma banana desidratada.

Baixas calorias: Ao contrário do esperado, o valor calórico da fruta é baixo: varia entre 87 e 125 calorias por unidade .


The post Diet Banana Diet | Rápida perda de peso com apenas 1 fruta! Appeared apareceu pela primeira vez.

❯ Dieta Proteica | Emagreça Rapidamente com Proteínas! 🥦

A dieta proteica baseia-se no consumo de alimentos que são fontes de proteína geralmente de origem animal, como peixe, carne e laticínios, e com exclusão de alimentos com muitos carboidratos como pão, arroz e macarrão.

Perder peso com esse tipo de dieta é muito fácil, desde que a proteína tenha pouca gordura. Portanto, deve-se optar por frango em vez de carne vermelha e desnatado em vez de leite integral, por exemplo, para consumir menos calorias da gordura.

A dieta proteica perde peso devido à ausência de carboidratos nos alimentos, fazendo com que o corpo queime suas fontes de gordura mais rapidamente. No entanto, é comum sentir fraqueza e tontura nos primeiros dias da dieta, mas esses sinais geralmente passam após 3 ou 4 dias, durante os quais o corpo se acostuma à falta de carboidratos.


Alimentos permitidos na dieta de proteínas

Os alimentos permitidos na dieta de proteínas são os alimentos ricos em proteínas e alguns vegetais, frutas e vegetais com baixo carboidrato, como:

Peixe: Atum, bacalhau e sashimi;

Frutos do mar: Camarão, lagosta, caranguejo ou caranguejo e mexilhões;

Carne: Todos os cortes de frango, frango, porco e carne;

Produtos lácteos: Queijos brancos, iogurtes desnatados, requeijão;

Legumes: Salsa, couve, chicória, cebola, alface, agrião, espinafre, espinafre, couve-flor, couve, brócolis, acelga, aspargos e salada verde;

Legumes: Feijão verde, chuchu, tomate, cenoura, sopa de legumes, pimentão, abobrinha verde, rabanete, quiabo, pepino, nabo, berinjela e cogumelo;

Outros: Sal, ovos, omelete, gelatina dietética, pimenta, azeitona com tempero, azeite, manteiga, margarina, limão e jiló;

Bebidas: Chá, café descafeinado, água com gás, água tônica na dieta e água natural.

A dieta protéica pode ser realizada por 15 dias com um intervalo de 3 dias e pode ser repetida por no máximo mais 15 dias.

Alimentos proibidos na dieta proteica!

Os alimentos proibidos durante a dieta proteica são as fontes de carboidratos como:

Alimentos com carboidratos: Pão, macarrão, arroz, farinha, batata, batata doce, mandioca

Leguminosas: Feijão, grão de bico, milho, ervilha, soja;

Alimentos com muito açúcar: Açúcar, biscoitos, doces, bolos, refrigerantes, sucos;

Frutas e água de coco.

É importante não consumir esses alimentos durante a dieta proteica para evitar alterações no metabolismo que impedem o corpo de usar proteínas e gorduras como fonte de energia.


Menu de dieta proteica

Café da manhã:

1 jarra (100 g) de iogurte light + 2 colheres de sopa de granola light + 1 fatia de pão integral com 1 fatia de peito de peru e 2 fatias de queijo branco.

Lanche:

2 torradas inteiras com 1 colher de sopa de queijo cottage.

Almoço:

Salada mista: 1 prato (sobremesa) de agrião, rúcula, alface e tomate + 1 brócolis refogado + 4 colheres (sopa) de arroz integral + 3 colheres (sopa) de feijão + 1 filé (120 g) de peito de frango grelhado + 1 fatia de abacaxi.

Lanche:

1 fatia de pão integral com 1 fatia de mussarela e 1 fatia de peito de peru.

Jantar:

Omelete: 1 gema de ovo + 2 claras de ovo, tomate picado, cebola, cebolinha + 1 prato de legumes cozidos (brócolis, acelga, couve-flor e berinjela) + 1 pêra.

Jantar:

1 garrafa (100 g) de iogurte light com 1 colher (sobremesa) de aveia.

Beba pelo menos 2 litros de água por dia sempre entre as refeições.

A dieta proteica perde peso?

A dieta proteica pode ajudar você a perder peso, pois esse nutriente oferece mais saciedade – ou seja, leva mais tempo para você sentir fome – e reduz o consumo de carboidratos, especialmente aqueles considerados simples, como açúcares, massas, farinha branca, etc.

Os carboidratos são os nutrientes que fornecem energia para o funcionamento do organismo, portanto são consumidos em grande quantidade. Menor, o indivíduo começa a produzir um número maior de corpos cetônicos para funcionar. Esses corpos cetônicos são o resultado da queima de gordura corporal e é por isso que a pessoa começa a perder peso.

Além disso, ao reduzir a quantidade de carboidratos que uma pessoa ingere por dia, também reduz a retenção de água o que ajuda a reduzir o inchaço e a diminuir o ponteiro para equilibrar.

Benefícios da dieta protéica

O maior benefício das dietas protéicas é que promove rápida perda de peso além de priorizar alimentos saudáveis, uma vez que os vegetais normalmente são liberados – e diminua a ingestão de carboidratos refinados, como açúcares e farinha branca.

Devido à rápida perda de peso, a pessoa é motivada a continuar perdendo peso até atingir o peso recomendado e ideal, portanto, essa também é uma boa vantagem. Além disso, pode promover um ligeiro aumento no colesterol HDL (bom) e não afetar o LDL (ruim).


The post Diet Protein Diet | Engordar rapidamente com proteína! Appeared apareceu pela primeira vez.